pexels-kindel-media-7688336
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O reposicionamento de marca ocorre quando uma empresa muda sua estratégia de negócios no mercado. Geralmente, isso inclui mudanças no mix de marketing, como produto, local, preço e promoção. É feito para atender aos desejos e necessidades do consumidor.

O reposicionamento é feito basicamente para acompanhar as necessidades e demandas dos consumidores e para superar os obstáculos atuais enfrentados pela marca. É importante caso uma empresa enfrente algum tipo de declínio ou queda nas vendas.

Você saberá quando chegar a hora de implementar mudanças, quando de repente enfrentar perdas ou não vir qualquer aumento no lucro ao longo prazo. O reposicionamento, certamente, não é fácil e requer muito trabalho árduo e planejamento estratégico.

Por exemplo, se uma empresa de brindes personalizados não tem tido muitas vendas, é hora de pensar em um reposicionamento e promover ações que engajem os clientes como descontos em brindes.

O reposicionamento pode ser referido como quando uma empresa muda seu status e posição no mercado. 

Os principais fatores que afetam tal condição são:

  • Mudanças no mix de marketing;
  • Mudanças nos produtos de uma empresa;
  • Local de mudança de localização;
  • Aumentando ou diminuindo os preços dos produtos;
  • Mudanças na promoção da marca.

Para implementar o reposicionamento da marca, a empresa deve escolher uma estratégia. Cada estratégia determina onde estará o foco principal da nova campanha. 

A nova campanha pode ter como foco o consumidor, outras empresas ou o público em geral. Vamos revisar algumas estratégias disponíveis.

  1. Determine o status atual de sua empresa

Para incorporar estratégias de reposicionamento de marca, você precisa primeiro determinar seu status atual e também descobrir os motivos pelos quais você está ficando para trás. 

Depois de estar bem informado sobre suas desvantagens e deficiências, será mais fácil encontrar soluções e mitigar essas deficiências implementando uma estratégia adequada.

Para que isso ocorra, é preciso examinar todos os seus problemas e planejar as mudanças de acordo. Além disso, é importante que você direcione os locais exatos onde precisa implementar essas mudanças.

Imagine que seu cliente pesquisa por “banner para eventos preço” e o seu resultado não está aparecendo na primeira página. 

Esse é um grande problema que deve ter planejamento com melhoria de SEO (Search Engine Optimization), que é uma estratégia para otimização dos mecanismos de busca.

Mudar tudo na sua empresa não terá nenhum efeito, ao invés disso, faria com que você gastasse mais do que o necessário. Portanto, definir os locais exatos para incorporar as estratégias é muito importante.

  1. Traga transparência

Se você é proprietário de uma empresa, deve saber que o mais importante que seus consumidores desejam de você é transparência. Quanto mais transparentes seus produtos e serviços, mais leal você parece ser com seus consumidores.

A maioria das reclamações dos consumidores sobre um negócio é que eles não obtêm serviços transparentes. Se você tem uma empresa de licença ambiental, por exemplo, pode disponibilizar aos clientes alvará de funcionamento, por exemplo.

  1. Renomeie e mude o foco

Se você perceber que sua estratégia de negócios atual não está funcionando bem para sua marca e você não está recebendo atenção suficiente dos clientes, pode tentar renomear alguns de seus produtos e também mudar seu foco para algo novo do usual.

Isso pode criar um burburinho entre os consumidores e torná-los mais interessados ​​em seus produtos.

  1. Mude o slogan

Quando se fala em reposicionamento de marca, os slogans e as missões são muito importantes. Seus slogans retratam principalmente sua missão. Sua missão representa os produtos.

Você reconstrói seus slogans para virar mais cabeças e chamar mais atenção. Um slogan atraente que representa sua missão, objetivos e agenda tem mais chances de atrair mais atenção.

Sendo assim, se você presta serviço de comunicação visual para empresas, vale a pena investir em um slogan com design criativo e arrojado como, por exemplo, “Comunicando o que seus clientes querem ver”.

  1. Estabeleça um novo produto e posicionamentos

Enquanto você pensa em reposicionar sua marca, você precisa ter em mente que as competições emergentes e as ameaças notáveis ​​estão sempre lá no horizonte.

Para isso, você precisa posicionar constantemente seu mercado de acordo com a posição de seus concorrentes lá fora. Se você tem uma empresa de automação comercial, por exemplo, precisa saber quais as inovações que as concorrentes têm.

A localização é importante quando se trata de reposicionamento, pois é provável que você enfrente mais problemas e confusão onde a proximidade com seus concorrentes é maior.

Por isso, você não deve negligenciar sua rivalidade e deve trazer mudanças em sua marca de acordo com a análise constante de sua concorrência no mercado.

  1. Busque parcerias de terceiros e iniciação digital

Quando você não consegue ver o crescimento suficiente em seu negócio, pode ser hora de adicionar alguma iniciação digital ou você pode precisar fazer parceria com algum negócio de terceiros.

Isso pode trazer alguns resultados surpreendentes quando se trata de chamar a atenção do cliente imediatamente. Além disso, a iniciação digital também pode funcionar muito bem para o seu negócio e pode atrair mais atenção e demanda.

  1. Adote a inovação e criatividade

Inovação e criatividade são sempre apreciadas por todos os públicos. A inovação pode ser qualquer coisa. Sua mente está sempre livre para apresentar ideias novas e criativas a serem incorporadas ao seu negócio, para que ganhem atenção massiva.

Às vezes, essas ideias inovadoras podem ser um ponto de virada para o seu negócio. Vale a pena investir em consultoria para planejamento estratégico para ajudar a ter novas ideias e planejá-las.

  1. Mantenha produtos variados e classificados

Quando se trata de reposicionamento de marca, uma das ideias mais eficazes pode ser a introdução de produtos variados e classificados para os respectivos consumidores.

Você pode manter um conjunto de produtos carro-chefe com preços premium e também um conjunto de produtos intermediários com preços econômicos. Essa mudança pode atrair diferentes clientes com diferentes orçamentos e requisitos variados.

  1. Tente seguir os passos do concorrente

Existe um ditado popular: “Se você não pode vencê-los, junte-se a eles”. Este ditado é realmente verdadeiro e se aplica a vários campos. Existem muitas marcas bem estabelecidas e renomadas por aí no mercado cujos negócios ressoam bem com os seus.

Por já terem marcado presença no mercado, não há mal nenhum em seguir os seus passos e pode implementar estratégias semelhantes ao seu negócio.

Imagine que seu concorrente tem oferecido camisetas promocionais para clientes que compram acima de R$300 em roupas. Essa pode ser uma estratégia que você pode adotar no seu negócio.

  1. Entenda as necessidades dos clientes e forneça a eles o que eles desejam

É sempre bom pensar fora da caixa. Mas, ao mesmo tempo, não é necessário que seus clientes com certeza gostem do que você está oferecendo. Cada vez que você introduz algo novo e inovador, há sempre um fator de risco relacionado a isso.

Se você não vê resposta suficiente, você precisa reinventar suas ideias e proceder de acordo com o que as pessoas gostam. Uma boa forma de melhorar a personalização pode ser o fornecimento de material promocional de empresas, por exemplo

  1. Tente cobrir múltiplas áreas

Ao fazer um negócio, a tarefa principal é direcionar os clientes em potencial e alcançá-los. Para alcançar clientes em potencial, você precisa cobrir mais áreas onde a maioria de seus clientes-alvo está presente.

Você pode estender suas áreas fazendo uma análise eficaz dos locais exatos onde os consumidores em potencial estão presentes em massa.

Uma análise completa e detalhada do mercado lhe dará uma breve ideia sobre como localizar os clientes prontos para comprar. Quanto mais proximidade você fornece com seus consumidores, maior a probabilidade de eles escolherem sua empresa.

  1.  Ligue para treinamento e aprimore as habilidades de seus funcionários

Quando você é o proprietário de uma empresa ou de uma grande organização, tem uma ampla gama de funcionários com diversas habilidades. Mas com o mundo acelerado, as demandas e exigências dos clientes estão sempre aumentando.

Como resultado, existe a possibilidade de sua empresa ficar para trás no mercado devido a algumas deficiências nas habilidades de seus funcionários. 

Se você também acha que alguns de seus funcionários precisam de algum treinamento para aprimorar suas habilidades, você pode providenciar um para eles.

O ritmo de crescimento do seu negócio depende principalmente da eficiência dos funcionários que trabalham para ele e você, como proprietário, deve cuidar disso.

Como vimos, o reposicionamento é necessário para casos em que a empresa tem estagnação ou queda nas vendas. Desse modo, uma mudança seguindo essas dicas vai te ajudar a se recolocar no mercado à frente de seus concorrentes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.