O que são os webinars e como aplicá-los em sua estratégia de marketing?

Webinars

É verdade que atualmente existem dezenas ou mesmo centenas de estratégias diferentes de marketing digital. Contudo algumas são realmente diferenciadas e merecem nossa atenção, como no caso dos webinars, sempre que bem feitos.

Pouca gente sabe, mas se trata de um recurso de vídeo online, voltado para interação com um público determinado, que foi criado muito antes das famosas “lives”, que hoje em dia fazem tanto sucesso em algumas redes sociais populares.

Nos dois casos, imaginemos um escritorio de assessoria contábil, que simplesmente queira se aproximar do seu público, tirar algumas dúvidas e dar um upgrade em seu funil de vendas. Ele pode utilizar o recurso e ter um impacto acelerado e bastante sólido.

Com a diferença de que o webinar também pode ser gravado. Porém ele sempre vai ser transmitido em data e hora marcadas, em vez de simplesmente ser postado em algum canal, como um vídeo a mais dentro de uma playlist.

Portanto, o grande diferencial está em criar em torno da videoconferência um evento, algo realmente especial que atraia mais a atenção do público. Se você simplesmente gravasse um vídeo e postasse em qualquer veículo digital, seria diferente.

Nesse sentido, o webinar funciona como uma palestra ou um workshop presencial, no qual cada convidado tem de comparecer segundo regras estipuladas. O que vale tanto para horários quanto para participações como comentários, perguntas e afins.

Justamente por isso ele tem um poder incrível de impactar pessoas, acelerar o funil de vendas, trazer novidades ao mercado e fortalecer uma marca. No caso de um coaching executivo, por exemplo, que já lida com grande público, é ainda maior.

Hoje há vários profissionais assim, que precisam marcar presença, dar aulões abertos, trazer novidades constantemente, provar que estão em dia com tudo o que acontece em seu nicho de mercado e, claro, prender a audiência, inclusive para aumentá-la.

Por isso decidimos escrever este artigo, explicando como é possível fazer isso por meio dos webinars, e como essa estratégia pode ser conciliada com o marketing e a publicidade da empresa.

O mais interessante é que os conceitos e dicas podem ser aplicados em qualquer segmento, seja uma indústria, um influencer digital ou uma empresa de dedetização. Sempre haverá um público interessado em qualquer solução existente no mercado.

Então, se você quer aprender como fortalecer sua marca através de webinars e com isso mudar seu negócio de patamar na internet, basta seguir adiante na leitura.

Webinar: do que se trata mesmo?

Em termos técnicos, webinars são vídeos transmitidos pela internet em formato de seminário online. O termo é americano e traz uma abreviação para Web-Based Seminar, ou seja, Seminário Baseado em Rede.

Também conhecidos como webinários no Brasil, esses vídeos logo se tornaram peças publicitárias, passando a ser responsabilidade do marketing de uma empresa organizar toda a estrutura desse tipo de produção.

Com base nisso, os webinars deixam de ser apenas um bate-papo despretensioso, para se tornarem elementos de uma estratégia muito bem definida, com começo, meio e fim. Sendo que a missão principal precisa ser definida em metas, métricas e análises técnicas.

Por exemplo, as empresas de contabilidade já não vão apenas tirar dúvidas deste ou daquele cliente, mas aproveitar o ensejo para lançar sementes que possam trazer outros clientes para seu negócio, gerando leads e contatos de pessoas interessadas.

Com isso, toda a comunicação de quem vai transmitir o vídeo precisa ser pautada com base em táticas comerciais como gatilhos mentais, funil de vendas e afins.

Além disso, o webinar pode ser aplicado com leads que já estão oscilando entre a prospecção e o fechamento com o comercial, para acelerar o processo.

Para entender melhor como isso pode ser feito, vamos compreender logo abaixo do que se trata o funil de vendas, e como as duas estratégias se cruzam.

Leia também: Como otimizar seus vídeos para o YouTube

Por dentro do funil de vendas

Também conhecido como pipeline, o funil de vendas simplesmente revolucionou a história das vendas. Isso ocorre desde antes da internet, mas passou a fazer muito mais sucesso com a disseminação do marketing digital.

Com isso, hoje basicamente não é possível fazer qualquer ação bem feita e de maneira eficiente sem levar em conta o funil de vendas, que nada mais é do que um mapa da jornada de compra percorrida pelo cliente, como modo de dominá-la.

Assim, as etapas tradicionais que o lead percorre são:

  • A leitura de novos conteúdos;
  • O preenchimento de formulários;
  • A nutrição com outros materiais;
  • A resolução de alguns problemas;
  • A proposta da solução comercial;
  • O fechamento e a fidelização.

Ou seja, se o site lida com cursos profissionalizantes online, ele já não pode ficar parado esperando os alunos em potencial ligarem na escola. Ele cria um blog com artigos do tipo “10 razões para fazer um curso profissionalizante”.

Depois pode nutrir os leads que surgirem com e-books, podcasts e até webinários. Então a oportunidade é passada para o comercial, para só então tratarem de preços, prazos e questões mais práticas da negociação.

Lembrando que o incrível dos webinars é que eles podem ser usados em qualquer etapa do funil, seja para captar o lead, nutri-lo ou mesmo para fidelizar o cliente.

Como dar os primeiros passos?

Tudo que lida com vídeos, entrevistas, lives e afins deve começar com um roteiro. Para desenvolver um material desses você já precisa ter um conhecimento bacana sobre seu público, com base nas ações feitas na sua plataforma digital.

Ao gerar conteúdos para os leads, tal como descrevemos acima, certamente você vai interagir com eles, seja no blog da empresa ou nas redes sociais. Aproveite todo esse material e conhecimento de mercado para definir pautas.

Se a empresa lida com serviço de consultoria fiscal, quais são as dúvidas mais recorrentes entre os clientes em potencial, quais pontos costumam “bombar” sempre que você trata deles, quais são mais técnicos e pedem melhor explicação?

Uma dica de ouro para traçar um bom roteiro é dividi-lo em tópicos a serem abordados no webinar. Assim não tem o risco de você se perder, mesmo com as interações do público, pois bastará voltar para o planejado após respondê-las.

Dominando a parte técnica

Um ponto bacana que pode significar um diferencial é o de investir na qualidade técnica do seu webinar. De fato, hoje em dia qualquer um pode ligar uma câmera, transmitir um vídeo e dar a isso o nome que bem entender.

Já uma empresa de segurança patrimonial precisa fazer algo diferenciado, não é mesmo? O primeiro ponto é a transmissão de internet, cujo sinal precisa ser profissional e garantir que haja dados suficientes no pacote para o vídeo sair em alta qualidade.

Ao mesmo tempo, para que ele seja gerado com essa qualidade, até mesmo antes de ser transmitido, a câmera de filmagem precisa ser igualmente boa e profissional. A mesma coisa vale para a captação de áudio.

Como atrair um público bem maior?

É claro que você vai interagir com os participantes do evento, já que você teve todo o trabalho de atraí-los até ali. Mas há maneiras mais estratégicas de lidar com o público, o que começa antes do webinar propriamente dito.

Uma dica incrível é criar uma landing page, que nada mais é do que uma página focada em uma ação apenas, sem menus, banners em excesso ou qualquer distração. O foco ali deve ser o das inscrições para seu evento.

Incremente ainda mais a tática e inclua conteúdos para quem se inscrever, como os e-books que já mencionamos acima. Além disso, a landing page, e-mail marketing e até SMS via celular podem ajudar bastante na disseminação.

As vantagens e os benefícios

De tudo que dissemos já ficou claro quais são as principais vantagens de aplicar os webinários na estratégia de marketing da empresa, mas é possível especificar ainda mais esse ponto.

Na interatividade com os consumidores ou clientes em potencial, por exemplo, você tem também uma pesquisa de mercado, que pode ajudá-lo a fortalecer cada vez mais a compreensão dos perfis da sua persona de público.

Além do aumento da quantidade de leads e do avanço mais rápido no funil de vendas, é possível otimizar o processo e aproveitar as energias, o orçamento economizado e tudo o mais para ampliar o mix de produtos e soluções oferecidas.

Assim, uma fábrica de confecção de uniformes profissionais pode criar peças novas constantemente para seu portfólio. Sem falar que o custo-benefício dos webinários é bastante positivo, pois custa pouco e traz resultados sem limites.

Conclusão

Com isso chegamos ao fim. Uma última dica seria a de aplicar também a parte analítica do marketing às campanhas de webinários.

Um exemplo são os KPIs, que são Indicadores-Chave de Desempenho, assim fica mais claro de onde sua tática parte, por onde deve seguir e aonde quer chegar.

Com tudo o que trouxemos aqui vai ficar ainda mais fácil fazer com que isso traga resultados no curto, médio e longo prazo. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário sobre a matéria!

Sobre Nós

Agência de Marketing Digital em SBC, focada em Inteligência de Dados e Performance.

Somos uma Agência Parceira Oficial do Google, Facebook e RD Station.

Posts Recentes

Curta a nossa FanPage

Solicite um diagnóstico de marketing exclusivo para a sua empresa!

Parcerias Oficiais

Receba nossos Conteúdos