O que é marketing de guerrilha e como fazer?

positive-afro-american-lady-shows-something-amazing-points-up-and-sideways-with-index-fingers-advertises-copy-space-has-toothy-smile-isolated-over-yellow-background
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O marketing de guerrilha é uma forma criativa e inovadora de trabalhar com marketing, que muitas empresas estão começando a adotar para se destacar em um mercado cada vez mais competitivo.

O termo vem do original Guerrilla Marketing, instaurado nos anos 70 pelo publicitário Jay Conrad Levinson e inspirado nas táticas alternativas usadas durante a Guerra do Vietnã.

A necessidade de encontrar novas oportunidades e de inovação sempre fez parte da sociedade, e isso não é diferente no campo do marketing, seja para divulgar produtos, serviços ou até mesmo ideias simples.

Por conta disso, muitas formas de trabalhar o marketing foram criadas nos últimos anos.

O marketing de guerrilha tem como principal chamariz seu alto impacto a um custo relativamente baixo, o que é muito interessante para empresas de instalações elétricas com orçamentos mais apertados.

A inspiração para o marketing de guerrilha foram os soldados vietnamitas na Guerra do Vietnã, que aconteceu por volta dos anos 70.

No caso da batalha, as forças vietnamitas eram muito menores e menos equipadas, mas conseguiram sobrepujar as dificuldades usando táticas criativas de guerrilha para superarem seus adversários e saírem vitoriosos.

A ideia por trás do marketing de guerrilha é trazer esse conceito e pensamento para o mundo do marketing, onde você aplica ações criativas e de alto impacto buscando gastar o menor investimento possível para suas ações.

Para trabalhar com efetividade esse tipo de marketing, entretanto, é preciso compreender o que o marketing de guerrilha faz e porque ele é uma técnica tão interessante para seus negócios.

Esta técnica não se difere muito de outros mecanismos de marketing no sentido de que o objetivo final é atrair a atenção das pessoas para empresas de administração de condomínios, sobretudo para o que você está tentando vender.

A abordagem, entretanto, pode ser muito diferente, e no caso do marketing de guerrilha, até mesmo os termos técnicos usados na aplicação da estratégia acabam sendo relevantes para você trabalhar.

O mundo está em constante movimento, e todos os dias as pessoas recebem uma enorme quantidade de informações, seja através de telefonia IP ou de tarefas e atividades com prazos cada vez mais curtos, o que acaba fazendo com que decisões sejam tomadas sobre a importância de cada ação.

Isso fez com que as mídias tradicionais de propaganda e anúncios rasos e sem conteúdo deixassem de ser interessantes, tornando-os descartáveis. As propagandas viraram um inconveniente que as pessoas desejam se livrar o quanto antes.

Por isso, o marketing de guerrilha surge como uma forma de chamar a atenção, de maneira que se torne impossível ignorar esse tipo de ação e fixando-se na mente dos consumidores, garantindo assim uma marca em cada pessoa.

O foco desse formato de ação é buscar uma reação no consumidor de uma empresa de pintura predial, o que pode ser feito ao questionar uma série de detalhes importantes de sua vida, como:

  • Suas prioridades;
  • Seus hábitos pessoais;
  • A forma como trabalham;
  • Interesses e hobbies.

Além disso, muitas vezes o marketing de guerrilha parte para o ataque, interagindo diretamente com um concorrente e tentando gerar uma reação do público para esse tipo de ação.

Realizando um marketing de guerrilha funcional

É preciso ter em mente que o marketing de guerrilha é uma forma de impactar o público de alguma forma, que pode ser positiva e ter bons resultados, mas também pode acabar tendo uma recepção negativa.

Por isso, é muito importante que você trabalhe com um bom planejamento para evitar o efeito contrário ao desejado, evitando que sua ação seja desperdiçada e você não consiga converter bons resultados.

Cada empresa é única no mercado, e o marketing de guerrilha parte para uma ação muito mais direta. 

Portanto, é importante que você seja capaz de adaptar as ações para a realidade de sua empresa de prestação de serviços de pintura antes de iniciar qualquer processo, evitando assim dores de cabeça no futuro.

Conheça seu público

O primeiro ponto para você conseguir resultados mais efetivos em suas ações é conhecer seus clientes de maneira mais profunda. 

É considerado seu público-alvo o grupo de pessoas com gostos e interesses em comum, que tem uma propensão maior a consumir seus produtos.

Entretanto, esse tipo de segmentação ainda é muito genérica, uma vez que seu público-alvo é extenso demais para identificar a qualidade de ações mais pontuais, como as do marketing de guerrilha.

Para isso, é preciso saber trabalhar com as personas. Uma persona é uma figura fictícia criada com base em seu público-alvo e nas transações que empresas de sinalização de emergência já realizaram.

Com isso, você tem informações o suficiente para criar uma pessoa que servirá como uma idealização de seu consumidor. Isso significa que você não só trabalhará com informações básicas como nome, profissão e outros dados comuns.

O que destaca uma persona é a criação de um perfil psicológico para ela, com muitos detalhes importantes como desejos, sonhos e medos, o que garante um conhecimento maior de quem é seu público.

Uma vez que as ações de marketing de guerrilha são muito mais diretas e assertivas, é importante que você tenha esse conhecimento para evitar complicações que podem acabar fazendo você ter um resultado negativo com a ação.

Trabalhando suas raízes

Um dos pontos mais cruciais do marketing de guerrilha é a ausência de uma fórmula pronta para trabalhar. Na verdade, esse formato busca a criatividade constantemente, evitando esse tipo de engessamento de ações.

Esse formato gera campanhas das mais diversas, desde cômicas e divertidas até aquelas que provocam o consumidor, buscando um desafio para ser concluído. Algumas destas ações apelam ainda para a conscientização, lidando com assuntos mais sérios.

Para que você consiga trabalhar com efetividade esse tipo de ação, é importante que você busque forças em suas raízes.

Trabalhe sua linguagem e seu método de aproximação dos clientes, adaptando-se o necessário para conseguir um resultado mais expressivo com seu projeto de automação residencial simples.

Quanto mais você se aproxima de suas origens, mais clara fica a ação para seus consumidores, instigando-os a buscar mais e se empenhar para trabalhar em conjunto com você na ação. Por isso, é preciso que o público sinta a verdade em suas palavras.

O marketing de guerrilha trabalha muito com o conceito do questionamento, e isso deve ser aplicado de forma a atrair mais público para você lidar corretamente.

Originalidade

Outro ponto importante do marketing de guerrilha é a originalidade. O mercado possui novas ações o tempo todo, e normalmente quando alguma estratégia de marketing dá certo para uma empresa, milhares de outras tentam copiar essa fórmula.

Os clientes percebem esse tipo de movimentação, e normalmente se cansam rápido, uma vez que sentem que não há um interesse real em dialogar com eles, apenas em seguir um cardápio pronto de interação.

Portanto, sempre que você tiver a oportunidade de ser original, esse é o caminho a seguir durante uma ação de marketing de guerrilha. Isso não significa que você não pode se inspirar em ações anteriores.

O segredo é buscar como você pode transformar uma ação que gostou em algo único para sua empresa, aprimorando sua criatividade e procurando ideias inovadoras sem fugir do contexto em que a propaganda está inserida.

O ideal é que o resultado final seja bem diferente da ação na qual você buscou inspiração. Dessa forma, você consegue ter uma proposta que pode ter muito sucesso, sem que a fama de copiar outras ações seja imputada à sua empresa segurança residencial.

Cuidado ao trabalhar as emoções

O marketing de guerrilha tem como principal objetivo trabalhar as emoções do público para extrair uma reação rápida e objetiva. Entretanto, é preciso tomar muito cuidado com o tipo de emoção que você está tentando trabalhar.

Existem muitas campanhas sérias que utilizam esse tipo de marketing, e normalmente eles buscam reações intensas, que em alguns casos podem até chocar o público. Porém, a ideia é que essa reação seja para lidar com um assunto igualmente sério e relevante.

No caso de uma apresentação de produto, é importante que você tente não atrair emoções negativas, o que pode acabar fazendo os clientes associarem sua marca a esta sensação e afastar-se de qualquer ligação com você.

Considerações finais

O marketing de guerrilha, como anunciado por seu nome, lida com ações fortes e muitas vezes com a intenção de provocar o público, o que faz as pessoas pensarem e agirem de uma maneira determinada.

Trabalhar este tipo de emoção pode ser muito importante para você conseguir resultados mais efetivos em suas ações de marketing, o que aumenta seu potencial consideravelmente.

Em um mundo onde as ações de marketing estão cada vez mais parecidas e formuladas, agir de maneira criativa pode ser um grande diferencial competitivo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.