Growth hacking: entenda mais sobre essa estratégia que pode garantir o crescimento da sua empresa

Growth Hacking

Entre as estratégias novas para se buscar o crescimento dentro de sua empresa, o growth hacking se apresenta como um processo simples, mas com práticas eficientes e desafiadoras.

Presente em um primeiro momento em novas empresas de tecnologia, o growth hacking ultrapassou a barreira das startups para se tornar uma das mais importantes iniciativas para todo negócio que deseja manter um crescimento constante.

O princípio é reinventar a ideia de crescimento para algo que acontece de forma mecanizada, com diversos passos a serem cumpridos, a fim de chegar a um desenvolvimento maior da companhia.

O ponto de maior foco para o growth hacking é a noção de que diversos experimentos precisam ser feitos para chegar às melhores práticas para os processos da empresa, pois apenas estas poderão alçar a companhia ao crescimento sustentável.

Quando falamos em sustentável, não se diz especificamente de cuidados com o meio ambiente, embora para empresas de consultoria ambiental essa temática pautará diversos processos.

Sustentável, na acepção ora utilizada, significa manter um crescimento compatível com a capacidade da empresa de manter a qualidade de seus processos, ainda que em crescimento.

A seguir, analisaremos os principais pilares desta prática, bem como sua origem, benefícios para seu negócio e um passo a passo simplificado para que você possa levar essa estratégia para sua empresa.

Growth hacking: definição e pilares

O growth hacking consiste em considerar quais são as melhores práticas para serem utilizadas em um negócio, para qualquer área que seja a atuação e em todas as divisões da empresa, não somente a área de marketing.

Pode ser considerada uma metodologia que prevê o processo de experimentação controlada como base nas passagens por diversas empresas e observações de processo de crescimento de várias delas.

Ainda que seja considerada uma estratégia ou teoria, o growth hacking, na verdade, tem mais relação com uma forma de pensar do que qualquer outra coisa. E sua execução é muito mais pautada também na mudança de mindset.

Esse mindset de crescimento pode ser aplicado em qualquer negócio, desde uma venda de doces recém iniciada até mesmo para companhias já estabelecidas, como empresas de hidrojateamento industrial.

Sua criação foi em 2010, quando o Stan Ellis, profissional com passagem por diversas empresas de grande porte, percebeu que existiam alguns entraves para o crescimento fluido e que outras empresas tinham facilidade para se desenvolver.

Com isso, Ellis formulou sua teoria, que tem por base os pilares que mais a frente serão esmiuçados. Para ele, o crescimento deve ser feito de forma responsável, com base em processos claros e bem desenvolvidos.

O objetivo principal é a otimização do crescimento, baseado em otimizar processos já existentes e criar processos básicos que viabilizem o desenvolvimento da empresa.

Ou seja, para uma empresa de uniformes, para a qual foi realizada uma encomenda maior do que é esperado que possa entregar, ao invés de recusar, será a chance de aproveitar para aumentar a operação, que começa com a mudança de mindset.

Na ideia de mindset, existe uma teoria que preconiza a noção de que há pessoas com mentalidade de crescimento e pessoas com mentalidade fixa. Essa diferença se daria porque as primeiras entendem que podem se aprimorar e conseguir o que desejam.

Já as pessoas com mentalidade fixa se enxergam como são de forma imutável, sem que compreendam que têm a possibilidade de mudarem ao longo dos anos. Com isso, são constantemente deixadas para trás, pois até uma pessoa muito talentosa precisa melhorar.

Não é diferente se traduzirmos para o aspecto corporativos essa necessidade de comportamento transformador e voltado para a evolução. É como se diz no futebol “quem não faz, leva”, no sentido de que quem não faz gol, acaba levando.

Se a empresa não focar em seu crescimento constante, será atropelada por alguma que assim considerou e que investe parte de seu orçamento em galgar as melhores práticas, que levem ao sucesso constante.

O importante é sempre cogitar um crescimento, seja uma loja de roupa ou um  escritório de contabilidade em São Paulo, investindo na ampliação de seu negócio, pois os concorrentes poderão estar com essa mentalidade.

Entre os principais pilares da estratégia de growth hacking, podemos citar os seguintes:

  • Crescimento;
  • Manter uma métrica como norte;
  • Experimento;
  • Conhecimento recebido a partir do experimento.

Entre as partes vantajosas, que serão tratadas de forma detalhada mais adiante, estão a possibilidade de realização de vários testes dentro de um mesmo processo e também maior engajamento por parte da equipe para buscar a melhor solução.

Benefícios de investir em growth hacking para sua empresa

O benefício óbvio é justamente o visado crescimento, que traz consigo novas descobertas e que tem como objetivo a busca por otimizar processos internos.

É interessante destacar que empresas que ainda não iniciaram suas operações, poderão ser enormemente beneficiadas se aplicarem os passos previstos na teoria do growth hacking, mas não apenas elas.

Para grandes empresas, como distribuidores de válvulas industriais, pode parecer difícil fazer uma revisão de diversos processos que já existem, mas o growth hacking é uma forma de tornar o crescimento uma coisa certa.

Porém, como se trata de uma linha de pensamento, muito mais que efetivamente uma dinâmica a ser seguida, qualquer empresa, em qualquer momento de sua existência, encontrará vantagens ao se associar a uma prática que visa o desenvolvimento constante.

Além disso, fora do escopo interno da empresa, a noção de desenvolver uma mentalidade de crescimento faz com que novas oportunidades possam ser percebidas e aproveitadas pela companhia.

Assim, como mencionado acima no exemplo, entre as empresas de prestação de serviços de contabilidade, se bem aplicada, a noção de growth hacking poderia levar a se tornarem verdadeiras assessorias contábeis, conferindo mais benefícios aos clientes.  

Passo a passo de como iniciar a estratégia

O growth hacking normalmente é dividido em algumas tarefas, com base na linha de pensamento já existente para a teoria. Trata-se de um meio análitico de promover o crescimento.

No passo a passo, podemos considerar que o início do processo é quando há constatação de que há um problema. Com isso, este problema será o ponto de partida para iniciar o processo de growth hacking.

Em primeiro lugar, de acordo com o proposto pelo criador da estratégia, deve-se estabelecer com clareza qual é o problema a ser enfrentado, para que se saiba exatamente que tipo de solução ou de ideia deverá ser buscada para sua resolução.

Após isso, o segundo passo será a busca por melhorias e boas ideias que possam resolver o problema apresentado ou suprir de alguma forma a falha percebida nos processos da empresa, que estão tornando o crescimento mais lento.

No caso de empresas de equipamentos hospitalares, por exemplo, o problema principal poderia ser o constante atraso na entrega de um determinado item necessário para a maioria das operações, mas apenas importado por uma empresa aqui no Brasil.

Assim, ao encontrar este problema, poderá ser realizadas sessões de brainstorming, por exemplo, até que sejam sugeridas alternativas para lidar com esse problema de importação.

Uma vez isso realizado, o terceiro passo será modelar a solução para o problema em forma de teste, para que se possa conferir se há ou não como resolver a questão apresentada com base nas soluções sugeridas.

O quarto passo tem por objetivo realizar o acompanhamento para compreender se o modelo idealizado traz sucessos ou fracassos em relação ao problema exposto. É muito importante que esta fase seja seguida à risca.

Isso é um dos maiores motivos pelos quais empresas falham ao implementar a estratégia do growth hacking, pois uma vez que a tese começa a oferecer fracassos, a tendência é abandoná-la.

Contudo, não é a melhor alternativa pois o uso dos aprendizados adquiridos nos testes é parte da estratégia também, correspondendo ao quinto passo.

Leia também: O que são KPIs e por que eles são importantes para você

Se uma fábrica de camisetas lisas para sublimação abandona os testes que estão sendo realizados antes do fim, como saberá os resultados?

A parte mais primordial e relevante para que haja realmente a possibilidade de crescimento com base no que é exposto, dizendo respeito ao growth hacking, é justamente a análise criteriosa dos resultados, que apontarão se a estratégia trouxe os frutos esperados.

Isso dará base para a realização do sexto e último passo, que corresponde a análise dos próximos passos com base nos resultados obtidos nas etapas anteriores.

Considerações finais

O método growth hacking, criado por um profissional experiente na área, visa o crescimento contínuo e o alcança através de metas pequenas, que serão produto de processo de testes, recolhimento de resultados e melhorias constantes, baseadas nas evidências coletadas.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário sobre a matéria!

Sobre Nós

Agência de Marketing Digital em SBC, focada em Inteligência de Dados e Performance.

Somos uma Agência Parceira Oficial do Google, Facebook e RD Station.

Posts Recentes

Curta a nossa FanPage

Parcerias Oficiais

Receba nossos Conteúdos