Dicas essenciais de como usar a estrutura organizacional na sua empresa

Dicas essenciais de como usar a estrutura organizacional na sua empresa
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Desenvolver a estrutura organizacional de uma empresa é o ponto de partida na jornada para determinar a melhor organização, visto que um ambiente desorganizado não é o lugar ideal para desenvolver a produtividade dos colaboradores e obter melhores resultados.

Nesta caminhada, diversos métodos e técnicas administrativas são indispensáveis para tornar o ambiente de trabalho propício às pessoas de alta performance.

Após falarmos sobre ambientes que geram boas ideias neste post e sobre algumas dicas para fazer sua equipe pensar fora da caixa, é hora de dar 10 dicas para definir a sua estrutura organizacional.

Abaixo definimos o conceito e os tipos de estruturas organizacionais. Acompanhe a leitura!

Afinal, o que é estrutura organizacional?

A estrutura organizacional é a forma de alocação das pessoas e departamentos em uma organização. Trata-se de uma divisão de tarefas e responsabilidades entre níveis hierárquicos da empresa.

A divisão de cargos, departamentos, funções e tarefas devem considerar o estilo de cada empresa.

É a estrutura organizacional que vai ditar o controle da empresa, os níveis de demanda, planos de carreira e muitas vezes até mesmo a hora certa de contratar ou demitir funcionários.

Dicas para uma boa estrutura organizacional

Desenvolver a estrutura organizacional de uma empresa não é difícil. Porém, há algumas atitudes que podem facilitar ainda mais o trabalho.

A seguir selecionamos algumas dicas que sua equipe deve se atentar no processo de criação e definição da sua nova estrutura.

Faça uma avaliação da cultura do seu negócio

Cada tipo de negócio pode adaptar de uma forma aos tipos de estrutura e a primeira dica deve ser praticada ainda antes de sua empresa dar início ao processo de criação da estrutura: olhe para sua cultura organizacional. 

Empresas que possuem profissionais experientes podem se adaptar mais facilmente a alguns tipos de estruturas e equipes jovens e criativas a outros tipos.

Ao entender a experiência, competências e características de trabalho da sua equipe, você poderá escolher posteriormente o melhor modelo para sua empresa. 

Escolha o modelo adequado ao seu negócio

É importante entender a teoria por trás de todos os modelos de estruturas, mas é natural que definição aconteça colocando as funções em prática.

É importante também que as pessoas não se engessem em torno da estrutura, mas que possam se adaptar ao longo do tempo para melhorar sua produtividade. Não se trata simplesmente de uma escolha entre opções, mas sim de uma adaptação ao melhor modelo para sua empresa.

Crie um organograma

Após definir e modelar a estrutura à sua organização, formalize o modelo em um esquema visual que seja facilmente compreendido pelas pessoas da sua empresa.

Ao adotar um organograma, as funções podem ser melhor comunicadas e as pessoas podem visualizar suas posições na estrutura. O organograma deve ser uma ferramenta de comunicação de responsabilidades.

Espera-se um impacto altamente positivo sobre a produtividade da equipe ao comunicar as expectativas e características de suas funções no organograma.

Treine pessoas para suas funções

Para cada posição do organograma, espera-se uma responsabilidade específica do colaborador.

É papel dos gestores de alta produtividade prover conhecimento e desenvolver habilidades da equipe dentro destas funções definidas. A capacitação deve envolver todos os pontos críticos assumidos por sua função no organograma, mesclando teoria e prática em uma proporção que torne a rotina do colaborador mais fácil.

Desenvolva um ciclo de comunicação

A comunicação eficiente é um ingrediente diferenciado das organizações de sucesso. E quanto mais linear for a sua estrutura, mais fácil será a comunicação entre as pessoas e menor a distância de boas tomadas de decisões.

Independente do modelo adotado, a comunicação deve fazer parte da rotina de trabalho da sua organização. É por meio dela que os colaboradores criam sinergia e trocam informações importantes sobre o crescimento da empresa.

Se atente a produtividade

O modelo adotado por uma empresa deve permitir extrair o máximo desempenho de todas as pessoas envolvidas nas funções e departamentos definidos.

O processo principal de criação de valor para o negócio deve ser o foco de todas as outras funções da empresa. Ao alinhar e criar sinergia em prol dos objetivos globais da organização e criação de valor, as funções oferecem o máximo de produtividade possível.

Possibilite entendimento sobre as funções

É essencial que saiba também quais as responsabilidades das outras funções da empresa.

Ao fazer com que todas as pessoas entendam as responsabilidades de outros departamentos, existirá uma cultura de sinergia e ajuda mútua entre os colaboradores de diferentes setores, independente do modelo escolhido.

Tenha padrões de avaliação

Para tomar decisões antes de alterar e fazer melhorias em sua estrutura, tenha dados concretos para avaliar a sua eficiência.

Alguns padrões de avaliação podem ajudar na hora de decidir se sua estrutura vigente cria valor para sua empresa ou não.

Estes padrões podem ser qualitativos e quantitativos, mas devem ter como objetivo traduzir o desempenho da equipe na estrutura de funções e departamentos.

Ouça as pessoas

Cada pessoa pode colaborar com alguma ideia ou sugestão sobre o modelo adotado, trazendo ainda mais produtividade para a empresa. É indispensável escutar as pessoas e coletar feedbacks sobre sua percepção em relação aos aspectos intangíveis que os padrões de avaliação não conseguem captar.

Pesquisas formais ou até mesmo conversas de corredores podem contribuir com a melhoria da sua estrutura e tornar ainda melhor o ambiente de trabalho da empresa.

Entender o conceito e os tipos de estrutura organizacional é um processo crucial no momento de definição para a sua empresa. Estas dicas com certeza tornarão seu trabalho ainda mais fácil.

As dicas desse conteúdo foram úteis para você? Aproveite e leia também A importância do atendimento humanizado em negócios