Como fazer um funil de vendas funcional para a sua estratégia?

pexels-mikael-blomkvist-6483615
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Diversas estratégias de marketing são utilizadas diariamente para aumentar o alcance e influência das empresas, mas se tem uma coisa que todas elas têm em comum, ou deveriam ter, é a utilização efetiva do funil de vendas.

O texto de hoje irá abordar e aprofundar como esse funil pode ser importante para a estratégia de negócios de sua empresa, mostrando os benefícios adquiridos no investimento, além de alternativas interessantes para implantação dessa prática.

Entender o que o cliente quer, o que o motiva a comprar um produto X ou Y e buscar orientá-lo da melhor forma possível durante a sua jornada de compra é parte da preocupação que toda empresa precisa ter com eles.

Mesmo uma loja de equipamentos odontologicos entende a relevância desse processo e como ele pode impactar no resultado final dos negócios que, independentemente de qualquer coisa, é lucrar para conseguir continuar realizando sua missão no mercado.

Para isso, é necessário entender a real importância de todo o processo de compra e onde o seu cliente se encaixa nele, sabendo onde levá-lo em impasses ou em cada momento de sua decisão de compra.

A utilização do funil de vendas de forma funcional tem impacto direto em como tudo isso é realizado, mesmo para negócios que oferecem serviços de limpeza para empresas

Para ficar por dentro de tudo e saber como aplicar o funil de vendas, confira os tópicos a seguir.

O conceito de funil de vendas

Antes de mais nada, é importante entender todo o conceito que engloba o funil de vendas e faz ele ser o que é: um processo que facilita a tomada de decisões em relação ao planejamento da empresa e a estruturação de aquisição de novos clientes.

De forma simples e bastante direta, o funil nada mais é do que uma representação de onde está o cliente no processo de compra dentro do seu negócio, desde o momento de atração até a compra de seu produto ou serviço.

Em outras palavras, seja aplicado em uma loja de roupas ou até mesmo uma fabrica de mezanino, o funil de vendas pode ser aplicado a qualquer tipo de negócio estruturando a jornada do cliente em um começo, meio e fim.

Alguns elementos são essenciais para o desenvolvimento do seu funil de compras, auxiliando no processo de forma mais direta e impactando direto a forma como a sua empresa enxerga a jornada do seu cliente, que são:

  • Conhecer bem o seu público-alvo;
  • Domínio do seu produto ou serviço;
  • Atendimento personalizado e rápido;
  • Tomada rápida de decisões;
  • Pós-compra efetivo.

Claro que é possível destacar outros elementos que funcionam bem, como em uma clinica de acupuntura Osasco, mas a grande maioria dos negócios se beneficia dos destacados acima, como uma forma de conhecimento a ser aplicado no sistema.

Levando tudo que foi informado até o momento, é importante então considerar as etapas do funil que são de suma importância para o bom desenvolvimento do processo de compras do seu cliente. Eles podem ser conferidos nos tópicos seguintes.

O topo do funil

Pode-se dizer que o topo do funil de vendas é o momento da jornada do cliente de aprendizados e descobertas. Em outras palavras, é nessa etapa que o cliente descobre uma necessidade ou problema que antes não sabia que existia.

Ele pode perceber isso através de marketing e propaganda de sua empresa de tintas e verniz, onde é sua função como dono do negócio educá-lo e informá-lo das diversas qualidades que o seu produto tem a oferecer, caso ele um dia decida adquiri-lo.

Através de estratégias como eBooks, marketing de conteúdo e vídeos, todos eles bem desenvolvidos e entregues a partir de um formulário que coleta alguns dados como e-mail, nome e profissão, se torna possível transformar o usuário em um lead e avançar no funil.

O lead é um cliente em potencial, que pode ainda não ter sido convertido, mas está no caminho. Afinal, parte do trabalho de uma loja de EPI ABC, por exemplo, é nutrí-lo até que esteja pronto para se tornar um cliente.

O meio do funil

Já a etapa conhecida como o meio do funil é o momento onde lidamos com as necessidades dos leads. Eles buscam resolver o seu problema, como já visto no tópico anterior, mas não sabem exatamente como, cabendo ao negócio mostrar a eles.

É importante não se confundir e começar empurrando a solução mais fácil de uma única vez. Mostre as opções e o motivo pela qual cada uma delas é importante e como pode se adaptar ao seu dia a dia, solucionando o seu problema.

Essa é uma forma de qualificar os seus leads e prepará-los para a próxima etapa do seu funil de vendas, mostrando como fabricantes de rodetes podem ser, por exemplo, impactantes quando bem escolhidos e avaliados.

O fundo do funil

Esse é o momento em que os seus leads estão qualificados e praticamente prontos para que a sua equipe de vendas entre em contato e consiga convertê-los em clientes. 

Em outras palavras, eles estão cientes dos problemas que possuem e acreditam que o seu negócio pode oferecer a solução.

Não apenas isso, mas todo o trabalho em desenvolver autoridade e a confiança para o cliente criou uma relação sólida e poderosa, fazendo com que o mesmo enxergue a sua empresa como uma autoridade no ramo de atuação da mesma.

Porém, é preciso se atentar. Tão importante quanto oferecer um marketing de qualidade é oferecer um produto com qualidade, além de um ótimo serviço de pós-venda para fidelizar o cliente e fazer com que ele volte a adquirir os serviços de sua assessoria contabil.

Construindo o seu funil

Para construir o seu funil de vendas, algumas etapas são indicadas para que você e seu negócio aproveitem o processo da melhor maneira possível.

01 – Mapeie a jornada de compras do cliente

Pode-se dizer que o primeiro passo para o funil de comprar é mapear todos os processos nos quais o seu cliente pode estar em determinado momento de sua jornada de compras, ajudando tanto no quesito informação quanto na orientação do mesmo.

Informação é poder e, quanto melhor detalhada e mais rápido você souber onde o seu cliente está no funil e o que deve fazer para ajudá-lo, maior e mais efetiva será a sua tomada de decisões em relação ao cliente.

Caso o processo seja automatizado, tanto a percepção do momento em que o cliente se encontra quanto as soluções para continuar seguindo no funil ficam mais automáticas, precisando de menos intervenções de sua parte.

02 – Defina os marcos

Como marcos, fica subentendido os principais pontos na jornada de compra do cliente que são verdadeiras mudanças de atitude de sua empresa ou um trabalho em específico, pois definem a etapa, ajudando a se localizar conforme explicado no tópico anterior.

Definir como marco o momento em que o seu cliente decide começar a buscar a ajuda do seu negócio, quando ele irá receber os eBooks e toda a estratégia voltada para chamar a sua atenção, são excelentes exemplos de marcos importantes para serem definidos.

03 – Otimize os resultados

Após definida a jornada do cliente, os principais marcos de sua longa trajetória no funil e até mesmo quem são os leads e visitantes, as oportunidades e os clientes de fato, é importante otimizar ao máximo o processo para que os resultados sejam melhores.

Claro que isso não é nem um pouco fácil, e leva tempo e bastante trabalho, mas um bom e efetivo começo é ter uma equipe de profissionais responsável por cada etapa e divisão do seu funil, estando a postos para dar suporte ao cliente.

Além disso, com essa atitude e a automação da maioria dos processos que você considera essenciais, os resultados serão otimizados. 

Por isso, é importante se atentar sempre em ter novos e poderosos profissionais como linha de frente, como parte essencial desse desenvolvimento.

Considerações Finais

O texto de hoje mostrou e se aprofundou sobre o tema do funil de vendas, como fazer com que eles sejam efetivos e como a sua estratégia de negócios, além de contextualizar o conceito do funil, pode ser impactante no dia a dia de sua empresa.

É necessário levar em consideração os diversos aspectos que englobam o negócio como irmão de atuação, metas e objetivos, relevância e autoridade no mercado, além da frequência e personalização dos leads da organização.

Portanto, utilize as dicas disponibilizadas ao longo do texto como maneira de explorar os pontos fortes de sua empresa e manter o negócio cada vez mais em evidência, aplicando o conceito de funil de vendas e ganhando ainda mais força no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.