5 Erros comuns de SEO que você deve evitar

Erros SEO

Compilamos neste artigo, através de uma pesquisa realizada em diversos outros artigos que abordam esse assunto, os 5 erros mais comuns de SEO que as marcas cometem e que pode estar prejudicando seriamente seu desempenho nos resultados de pesquisa.

Se você sente que seus anúncios ou mesmo sua busca orgânica não está performando como deveria, leia esse artigo até o final e entenda onde você pode estar errando e o que fazer para ajustar as velas e navegar de forma perene no mar do marketing digital.

Boa leitura!

Falando sobre SEO

Antes de mais nada é essencial entender exatamente o que é o SEO e qual o seu papel na performance dos seus anúncios e na propagação da sua marca na internet.

SEO (Search Engine Optimization) é o conjunto de técnicas que possibilitam que o seu site seja melhor (ou pior) ranqueado no Google.

Existem muitas variáveis para esse ranqueamento acontecer, e somente cuidando do seu SEO será possível conquistar, ou ao menos brigar, pelo lugar mais disputado: o topo das pesquisas!

Para que você entenda melhor, é basicamente sobre a relevância do seu site em determinado assunto.

O Google tem um objetivo muito claro: atender às necessidades de quem realiza as buscas da melhor maneira possível, ou seja, entregar às pessoas exatamente o que elas estão buscando, os melhores resultados.

Para que isso seja possível, existe toda uma tecnologia em algoritmos do Google que são responsáveis por encontrar em toda a internet, os sites mais relevantes para os mais variados assuntos.

Sabendo disso, há muito o que pode ser feito para conseguir acertar no alvo o que esses algoritmos buscam, mas há também muitos erros que podem ser cometidos, que não apenas dificultam o seu ranqueamento como também podem estar diretamente prejudicando o seu desempenho.

Quais são eles?

1. Conteúdo de baixa qualidade

Uma maneira inteligente de melhorar o seu SEO é criar conteúdo sobre o seu assunto de interesse (produto ou serviço vendido), crie um blog, escreva artigos, resenhas, faça vídeos demonstrando seu uso, enfim, existem muitas formas de criar conteúdo de qualidade para a internet.

Mas ao mesmo tempo em que essa estratégia pode ser responsável pela melhora do seu SEO, realiza-la sem cuidado, sem dedicação e inteligência, pode prejudicar o seu negócio.

Os conteúdos produzidos, para serem validados pelos algoritmos do Google, devem ser de qualidade, autorais e originais.

Conteúdos de baixa qualidade (artigos com menos de 500 palavras e sem informações relevantes para o usuário), duplicados ou simplesmente copiados de outros sites são vistos com maus olhos pelos algoritmos e ferem as diretrizes do Google, fazendo com que o seu site fique lá embaixo no ranqueamento.

2. Não saber utilizar Title Tags e Meta Description

Muitas vezes você pode estar escrevendo artigos de ótima qualidade, ou criar anúncios para produtos de uma ótima qualidade, lincados para o seu site que tem excelente SEO, mas você não cuidou do Title Tag e do Meta Description dos mesmos, ou seja, o Google não reconhece aquele artigo/anúncio como sendo relevante.

Meta Description é aquela pequena descrição que aparece logo abaixo da Title Tag (título) na página de resultados de busca.

Quando na sua meta description contém a palavra chave pesquisada pelo usuário, ela ficará em negrito, aumento as chances do seu anúncio ou link ser clicado, aumentando o tráfego do seu site.

O mesmo vale para a Title Tag, este sendo um dos fatores pelos quais o Google realiza seu ranqueamento, então escolha esse título com atenção, crie anúncios chamativos e que contenham as palavras-chave corretas para determinado assunto, não é a hora de ser genérico!

3. Desprezar lincagem interna

Dentro do seu site, existe uma grande oportunidade de melhorar o seu SEO de maneira bastante natural: utilizando links dentro dele direcionando para as suas próprias páginas.

No artigo do seu blog por exemplo, é possível criar links direcionando o leitor para a página do serviço ou produto que está sendo tratado naquele texto. Uma boa maneira de fazer isso é da forma mais natural possível, lincando as palavras relacionadas à determinados assuntos, evite usar termos como “saiba mais” ou “clique aqui”, no meio do seu texto.

Analise as páginas que possuem bom desempenhos e coloque links nela para direcionar os visitantes para outras páginas que também possuam conteúdo relevante.

Mas vale o aviso: seja objetivo, não tente “enganar” os algoritmos lincando todo o seu site e fazendo isso de forma desmedida. Crie links relevantes para páginas relevantes e com bom SEO, foque no que há de bom no seu site.

4. Repetir palavras-chave em excesso

Já se foi o tempo em que o número de vezes que um usuário localizava uma palavra-chave em um site ou artigo surtia algum tipo de efeito positivo.

Hoje em dia essa prática, além de ser mau vista pelos olhos do público, também fere as diretrizes do Google, prejudicando o seu SEO e consequentemente seu ranqueamento na página de resultados de buscas.

Prefira sempre o uso de sinônimos e analogias para evitar que o seu conteúdo fique repetitivo e seja visto como má prática pelos algoritmos.

5. Desconsiderar a Experiência do Usuário

Isso é um erro gravíssimo quando falamos em SEO, pois engloba toda a experiência que o usuário tem dentro do seu site, o que compromete diretamente o objetivo do Google em entregar apenas o melhor para seus milhões de buscadores.

Atualmente, já é uma realidade as pessoas utilizarem o seu smartphone para realizar suas buscas, estes estão sendo cada vez mais utilizados. Por esse motivo, não menospreze a experiência mobile do seu site. Muitas vezes criamos o site através do computador e esquecemos que ele também será acessado pelo celular, e como fica a configuração?

Atente-se também ao design do seu site, ele é responsivo? As pessoas se localizam fácil dentro do seu site? Tem fácil acesso aos assuntos de seu interesse? Ou é um site difícil de navegar?

Um outro ponto também levado em consideração pelos algoritmos do Google para realizar o ranqueamento é o tempo de carregamento do seu site, ele é lento?

Atualmente vivemos na era do imediatismo, todos queremos tudo na hora que queremos e cada vez mais 10 segundos é tempo demais, então atente-se ao tempo de carregamento do seu site, atualmente o tempo aceitável de espera é em torno de 2 segundos para garantir um bom desempenho.

Como você percebeu, existem muitos fatores para o ranqueamento do Google, são muitas oportunidades para acertar e manter seu site no topo das pesquisas, mas ao mesmo tempo, o erro pode se tornar fácil de ser cometido e fatal para a sua performance.

Analise cada um desses erros e veja no seu site se você pode estar cometendo algum deles mesmo sem perceber, e faça as alterações necessárias.

Temos certeza que dessa forma você conseguirá ranquear melhor no Google e melhorar o seu SEO de uma maneira geral.

Esse conteúdo foi útil para você? O que mais você gostaria de ver aqui no blog da Agência Novo Foco? Estamos aqui para te ajudar!

Aproveite para ler sobre a Estratégia de Linkbuilding certa para melhorar o seu SEO!

 

Deixe um comentário sobre a matéria!

Sobre Nós

Agência de Marketing Digital em SBC, focada em Inteligência de Dados e Performance.

Somos uma Agência Parceira Oficial do Google, Facebook e RD Station.

Posts Recentes

Curta a nossa FanPage

Solicite um diagnóstico de marketing exclusivo para a sua empresa!

Parcerias Oficiais

Receba nossos Conteúdos